Marcão do Povo no jormal Primeiro Impacto

Home » Televisão

SBT e Marcão do Povo são processados por danos morais e PM pede R$ 250 mil

De acordo com o portal Observatório da Televisão, o policial militar Paulo Emidio dos Santos entrou com um processo contra o apresentador Marcos Paulo Ribeiro Moraes, o Marcão do Povo, e o SBT por danos morais. O PM solicita uma indenização de R$ 250 mil e uma retratação pública por conta de falas feitas pelo apresentador no Primeiro Impacto no mês de fevereiro.

Segundo os autos do processo, o profissional do SBT teria dito no telejornal que o policial teria cometido um crime que ele não cometeu. Tal crime foi um estupro. O jornalista também teria usado palavras pesadas para definir o caráter do policial e mostrado sua imagem no ar.

No entanto, após investigação, o policial foi inocentado e foi-se provado que ele sequer estava na cidade onde teria ocorrido o fato. Revoltado com a postura do apresentador, o PM de SP decidiu entrar com o processo, tanto contra o apresentador, quanto contra a emissora, que veiculou a reportagem.

Além de dano moral, ele pede pagamento por uso indevido de imagem. O tal processo está correndo pela 1ª Vara Judicial – Foro de Santana de Parnaíba, do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ainda não existe previsão para o julgamento do processo.

Procurado oficialmente pela reportagem do portal Observatório da Televisão, a emissora de Silvio Santos afirmou que “não irá se pronunciar sobre o caso”. Já o apresentador Marcão do Povo foi contatado, mas não respondeu sobre o assunto.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também