Home » Televisão

Julián Gil se reinventa na televisão mexicana

  • - em 2 de setembro de 2019

Nome cobiçado na teledramaturgia latina, vide Argentina, Venezuela, Porto Rico e México, Julián Elías Gil Beltrán, mais conhecido como Julián Gil, aos seus 49 anos, colhe os frutos de uma carreira que se divide entre negócios, empreendedorismo e televisão e conversou com o Observatório da Televisão, da UOL, sobre sua vida e carreira. No Brasil, ele está no ar através do SBT com o personagem Bruno, na novela mexicana A Que Não Podia Amar, produzida pela Televisa em 2011, sendo ela, uma das produções mais aguardadas dos últimos anos pelo público cativo.

Já no México, Gil recém saiu do ar, no horário nobre, com a segunda temporada do êxito Por Amar Sin Ley, trama do produtor José Alberto Castro, o mesmo do atual cartaz inédito do SBT e das famosas Teresa, Rubí e Lágrimas de Amor. Em sua primeira entrevista ao Brasil, com exclusividade ao Observatório da Televisão, Julián Gil abriu seu coração e falou tudo sobre sua vida como empresário, a relação com seu público, sexualização do corpo, e, é claro, para a alegria dos fãs, muito sobre A Que Não Podia Amar e o impacto dela em sua vida.

Atualmente o galã investe pesado na divulgação de E Se Eu Me Casar? (¿Y Si Me Caso?), o seu mais novo espetáculo teatral, que tem como base a sua própria vida. “99% do que vamos contar é sobre a minha vida e minhas relações”, explicou ele. O anúncio da peça vem no momento em que o ator domina os holofotes da mídia, os tabloides, revistas e programas de fofoca, por decorrência de sua polêmica separação da também atriz, Marjorie de Souza, com quem teve o seu terceiro filho, Matías. A peça, que somente com o anúncio tem causando um verdadeiro estardalhaço, percorrerá grande parte do continente, com arrancada em Miami no dia 14 de setembro.

Questionado sobre a fusão de carreiras distintas em sua vida, Julián assegura não ter dores de cabeça quanto a isso. “Sou muito organizado, eu planejo todas as minhas atividades para que não entrem em conflito. Tudo caminha em paralelo com um bom planejamento”, disse ele, dono também do La Placita, restaurante de gastronomia porto riquenha inaugurado este ano em Miami.

Ser positivo com a vida é a lição que Julián traz de suas experiências profissionais anteriores na atuação e nos negócios. “Sou focado nos objetivos que eu defino e procuro trabalhar no que eu gosto”, ressaltou.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também