Joel Datena e Laura Ferreira, apresentadores do Bora SP (Divulgação/Band)

Home » Televisão

Joel Santana fala sobre a estreia do Bora SP e diz agarrar a oportunidade

Nesta quarta-feira (31), aconteceu em São Paulo a coletiva de imprensa de Bora SP, novo noticiário da Band que tem estreia marcada para a próxima segunda-feira (5). Joel Datena e Laura Ferreira serão responsáveis pela apresentação da atração.

O jornalista concedeu entrevista ao site  Observatório da Televisão, e falou sobre a linha editorial do novo programa. “Distante da gente tratar a notícia somente como notícia boa, só pautas positivas, mas se dentre tantos problemas conseguirmos apresentar o início para resolver tantos problemas que temos em nossa sociedade, já estaremos atingindo um dos objetivos do jornalismo, que é tratar o lado social com responsabilidade”, destacou Joel.

O filho de Datena disse ter se preparado para a oportunidade e que não irá desperdiçar a chance. “Já caí muito, já fiz muitos trabalhos pequenos que tive até vergonha de mostrar para a família por ser um negócio tão pequeno que alguém pudesse interpretar de forma diferente. Fiz até propaganda de espetinho, mas tudo me deixou muito forte, de um jeito que os desafios me fazem forte para que eu supere”, destacou.

“Essa força vem não sei de onde, o pouco dela vem das pessoas, do povo porque quando penso em fraquejar, quando percebo que estou derrapando primeiro me vem a imagem da minha família. Vejo meus filhos, esposa, olhando para mim, pessoas que não podem ser decepcionadas, e na sequência vem o telespectador, pessoas que acreditam em nosso trabalho, vibram, fazem de tudo para que ele aconteça”, analisou.

“Quando me perguntam ‘puxa vida Joel, você não se incomoda quando vem muita gente tirar foto?’, eu logo digo ‘distante disso’. Se eu me sentisse incomodado, a primeira coisa que eu teria que fazer é entregar minha função para o meu chefe direto, no caso o André Costa, e dizer ‘não estou preparado para esta função porque não gosto do povo’”, falou o artista.  

“Isso acontece com a maioria dos apresentadores de televisão, pessoas que se mostram de um jeito na tela, e no dia a dia se comportam de um jeito bem diferente. Isso não é legal porque quem te assiste e gosta de você, merece um respeito especial, merece carinho. Se comunicar é um desafio e as pessoas fazem de determinada forma. Pode ser um jeito bom, ruim, simples, mais complexo, mas a comunicação tem que fazer parte de um jeito que você consiga conversar com quem está te assistindo”, refletiu.

“No decorrer dos anos, a televisão foi perdendo muitas características, entre elas a simplicidade. Eu gosto do Mazaroppi [saudoso cineasta e ator] e assisto semanalmente os filmes, e entre todas as qualidades, queria destacar a simplicidade dele da forma de comunicar, de olhar no olho do espectador e mostrar ali o objetivo dele”, elogiou Joel.

“O cidadão brasileiro é resiliente, sabe superar os problemas, e tenho meus problemas, mas eles ficam guardados dentro de uma gaveta principalmente quando saio de casa. Quando chego também porque não posso levar os problemas para minha família”, disse o apresentador.

“O Datenão é um cara que faz sucesso na TV porque é na tela o que ele é no dia a dia. Aquele jeito duro de ser, aquele jeito sério é o que ele é. Ele é verdadeiro assim como Boechat sempre foi, por isso esses caras são eternos”, enalteceu.

“Qual é o peso de ser filho de um grande apresentador da TV brasileira? Todo o desafio lido com muita facilidade porque quando percebo que tem gente querendo que eu deslize, eu sinto ali uma espetada que me joga para cima. Isso me leva a uma responsabilidade muito grande que quero compartilhar a partir de segunda-feira com todas as pessoas que fazem parte da nossa equipe”, concluiu Datena.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Ver também