Home » Televisão

Após ter sido feita de refém, Repórter da TV Globo agradece apoio do público

Na última quarta-feira (10), uma situação acabou gerando pânico nas instalações da TV Globo, no Rio de Janeiro. Um homem descontrolado invadiu a sede do jornalismo da emissora segurando uma faca e acabou fazendo a jornalista Marina Araújo de refém.

Em imagens que foram divulgadas pelo Metrópoles, foi possível ver a repórter sendo segurada pelo criminoso e quatro pessoas ao fundo negociando. Ele pedia para falar com Renata Vasconcellos, ancora do Jornal Nacional.

“A segurança da Globo rapidamente agiu, isolou o local e chamou a PM. O comandante do 23° batalhão da corporação, coronel Heitor Henrique Pereira, compareceu à emissora e conduziu a negociação. O homem, que ameaçava a jornalista, liberou a repórter após alguns minutos“, comunicou a TV Globo.

Pouco tempo após a situação, Maria Araújo se pronunciou em suas redes sociais e postou uma mensagem de agradecimento, afirmando que teve fé no momento em que esteve como refém.

“Agradeço imensamente pelas msgs de solidariedade e carinho, depois do episódio de hj. Me vi em uma situação limite, incontrolável, mas tentei manter a calma. Tive fé. Falei o que podia pra acalmar os ânimos. Contei histórias e deu certo. Agradeço ao coronel Heitor e à Renata…E todos que ficaram do meu lado até eu vir pra casa, hj”, escreveu ela.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:

Ver também