Robert Kirkman

Home » Séries

Robert Kirkman, criador de The Walking Dead, diz que série não inspirou morte de personagem icônico nas HQs

O criador de The Walking Dead, Robert Kikman, revela que a grande morte na edição de quarta-feira (5) da história em quadrinhos não foi uma reação aos recentes desenvolvimentos no lado televisivo da franquia. 

Para a ComicBook, Kirkman comentou: “Não gosto de falar no programa de TV, simplesmente porque não tem relação com essa série. Esta série informa o show, e não o contrário”. Robert escreveu na coluna Letter Hacks, terminando a edição, que mostra Rick Grimes sendo morto a tiros na cama e assassinado pelo dissidente da Commonwealth, Sebastian Monroe. “Mas… Nós perdemos Rick Grimes este ano no programa de TV também, embora ele não tenha morrido. Então, sinto-me compelido a declarar que os eventos desta edição não foram de forma alguma uma reação a isso”.

O criador afirmou que a morte de Rick estava planejada há muito tempo. Kikman,que escreveu sua série mensal de quadrinhos desde 2003, e planeja blocos de histórias com antecedência, acrescentou que ele sabia que Rick morreria por preservar a Commonwealth por quase uma década.

“Eu disse em entrevistas por muitos e muitos anos que todo mundo morre nessa história, e que mesmo Rick Grimes não sobreviverá até o fim”. “Enquanto isso foi sempre a história de Rick até agora, como está escrito na primeira edição, isso não significa que ele precisa estar vivo para ser uma presença na série. Esta é a história de um mundo, não de um homem… É a história de um mundo profundamente afetado por esse homem, como veremos a partir da próxima edição… Mas não é exclusivamente a história de Rick”.

Ao declarar que Rick Grimes não sobreviveria à série inteira na Comic Con de Nova York em 2017, o criador reiterou “ninguém está seguro”, e disse novamente Comic Con de Nova York em 2018 que ele sabia “exatamente como Rick Grimes morreria na história em quadrinhos”. Dessa forma, a HQ perde Rick oito meses depois de sua contraparte de live-action, interpretado por Andrew Lincoln desde 2010.

Fonte: Observatório de Séries

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também