Netflix

Home » Séries

Netflix está testando feed de histórias inspirado no Instagram

Para se adaptar ainda mais aos seus usuários, a plataforma de streaming Netflix começou a testar um novo feed em seu aplicativo para dispositivos móveis que agrega trailers, fotos e alertas para os próximos shows de maneira semelhante ao da rede social Instagram. De acordo com a Variety, o feed da plataforma é batizado de Extras, e está sendo testando juntamente ao subconjunto do público da plataforma, como revelou um porta-voz por e-mail:

“Estamos testando um feed de extras de vídeo em nosso aplicativo para dispositivos móveis para ajudar os fãs a se conectarem mais profundamente com os títulos que adoram e descobrir novos títulos para assistir. Normalmente, esses testes variam em duração e por região e podem não se tornar permanentes ”.

Assim, os usuários beta testers que estão incluídos nesse grupo de testes da nova modalidade do aplicativo da Netflix, podem acessá-lo por meio de um botão exclusivo. Vídeos no feed são reproduzidos automaticamente. Mas sem som. Já galerias de imagens podem ser roladas horizontalmente. Curiosamente, essas imagens não estão disponíveis em nenhum outro lugar no aplicativo da Netflix.

Outra contribuição da nova fase do aplicativo, é que o feed enfatiza o compartilhamento de recomendações com outras pessoas, além de adicionar títulos à sua lista. Os trailers não são lançados em vídeos completos. Ao invés disso, os usuários precisam clicar em um show para assisti-los.

De fato, essa não seria a primeira vez que a Netflix se inspira em aplicativos como o Instagram ou o Snapchat para o lançamento de seus produtos. No ano passado, a plataforma de streaming começou a integrar visualizações de vídeos verticais que espelham o visual das histórias do Instagram em seu aplicativo.

Essa seria mais uma tentativa da Netflix de fincar o seu lugar no mercado, já que a Disney+ está chegando e promete aquecer a briga pela conquista do público que consome esses conteúdos online.

Fonte: Observatório de Séries

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Tags:

Ver também