Ator brasileiro de Game of Thrones diz que seu personagem deveria ter sido escolhido o rei

Home » Séries

Lino Facioli, ator brasileiro de Game of Thrones, acha que ele deveria ter sido escolhido o rei

A oitava e última temporada de Game of Thrones continua rendendo discussões pela web. Além de muitos fãs estarem decepcionados com o desfecho dos personagens na história, o elenco também acabou vindo a público falar sobre o fim do programa. Embora Nikolaj Coster-Waldau tenha defendido o roteiro, assim como Sophie Turner defendeu os roteiristas da petição online, alguns atores reclamaram do fim da série.

Durante uma entrevista, Emilia Clarke se mostrou nitidamente decepcionada com o fim de sua personagem, Daenerys Targeryen, na trama. O mesmo pode se dizer do intérprete de Jon Snow, Kit Harington, que classificou o fim da série como “decepcionante”. Inclusive, boatos dizem que o ator se internou em uma clínica de reabilitação por causa do stress e alcoolismo, dada a carga emocional do seriado.

Mas quem realmente decidiu polemizar sobre o desfecho da história, foi o ator brasileiro Lino Facioli, que participou da série. O ator de 18 anos participa de Game of Thrones desde sua primeira temporada, interpretando Robin Arryn.  No último episódio do programa de TV, seu personagem marcou presença no conselho que elegeu Bran Stark como Rei dos Seis Reinos, já que o Norte se tornou independente.

Em entrevista para a Folha, o ator contou que se o seu voto dependesse dele, a história teria sido diferente. Ele acredita que o herdeiro do Ninho da Águia é quem deveria ter se tornado o rei dos sete (seis) reinos: “Eu acho que Robin deveria ter ficado com o trono”, disse o ator. “Acabou bem para o Bran”.

Fonte: Observatório de Séries

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também