Virgulino (Kiko Mascarenhas) em Éramos Seis

Home » Novelas

Virgulino sofre as consequências de acordo desonesto

Em Éramos Seis, da TV Globo, Virgulino (Kiko Mascarenhas) recebeu uma proposta para se corromper, fazendo uma espécie de caixa dois na empresa telefônica que trabalha. O marido de Genu (Kelzy Ecard) até receberia um aumento pelo feito, além de ganhar ficar em alta conta com alguns dos diretores da companhia.

Aconselhado por Afonso (Cássio Gabus Mendes) a não assinar o acordo desonesto mesmo após ter dito sim ao seu patrão, ele prefere dormir com a consciência tranquila, e se corromper por dinheiro, e avisa que não irá assinar nada, pois não se considera aquilo correto.

Só que suas atitudes acabam tendo consequências cruéis. Virgulino será rebaixado de suas funções, o que afeta diretamente seu salário. Nos próximos capítulos, ele aparecerá entregando todo o seu salário à esposa, que reclama sobre o valor muito abaixo do costumeiro.

“Desde que foi rebaixado na telefônica vivemos nesse aperto… vou ter que fazer milagre com esse dinheiro para chegar ao fim do mês”, dispara a fofoqueira.

Enquanto isso, Lili (Triz Pariz), está ali olhando uma revista e sonhando com seu casamento com Julinho (André Luiz Frambach). “Mas vai ter que acontecer outro milagre pro Julinho marcar esse casamento. E, se isso acontecer, nem dinheiro vamos ter para comprar um vestido decente para essa menina”, continua Genu.

“Lili, presta atenção. Quando chegar o seu casamento, eu vou lhe dar o vestido mais bonito que você possa imaginar. Nem que eu tenha que assaltar um banco para isso!”, diz Virgulino enquanto abraça a filha.

Éramos Seis é exibida de segunda a sábado, às 18h30, pela TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também