Caio Castro interpreta Rock, em A Dona do Pedaço.

Home » Novelas

Rock decide investigar Josiane e Agno sugere que ela tem um caso secreto

Nos próximos capítulos de A Dona do Pedaço, folhetim de Walcyr Carrasco, Rock (Caio Castro) continuará disposto a entender Josiane (Agatha Moreira), pois não engoliu ter sido acusado injustamente dos roubos das joias e estátua de Maria da Paz (Juliana Paes). Depois da conversa com Marlene (Suely Franco) e Zé Hélio (Bruno Bevan), o rapaz decide que precisa da opinião de alguém com maior experiência de vida, e procura Agno (Malvino Salvador).

Rock revela que namorou Josiane por um tempo, a pedido dela, pois ela queria um namorado de fachada. “Depois ela aprontou comigo…Agora ela tá com outro carinha. O fotógrafo. Só que eu falei com ele. Eles não têm intimidade. Ela inventou que tem problemas sexuais. Mas eu conheço a Josiane, nunca teve esse tipo de problema”, começa.

“Rock, se ela roubou a joia… e botou a culpa em você é porque precisava de dinheiro. Dinheiro que a mãe dela não podia saber pra onde ia”, explica o sócio da Construtora Habitex, que afirma que a influenciadora digital está usando Téo (Rainer Cadete), pois não deseja maiores intimidades com ele.

“Mas pra quê? Ela não precisa disso. Cê tem ideia do motivo?”, questiona o boxeador, e Agno dá sua opinião sobre o assunto: “Para mim que estou de fora é mais fácil enxergar. Ela tem outro. Tem um cara que ela quer esconder. Mas é óbvio que está escondendo. Finge que tem um namorado mas tem outro.”.

O empresário diz que o namorado secreto de Josiane pode ser um homem que Maria da Paz não goste, como por exemplo, um bandido, mas Rock descarta a possibilidade. “Tenho certeza que se você descobrir quem é esse cara, vai entender. O caso é… ela tem um namorado escondido e outro de fachada. Se você descobrir a real vai descobrir o motivo do roubo. Mais ainda, vai provar que ela roubou”, finaliza Agno.

O capítulo está previsto para ser exibido na próxima quarta-feira (17), pela TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também