René (Dalton Vigh) em cena de Fina Estampa.

Home » Novelas

René choca Griselda ao dizer que ela é uma mulher atraente

Nos próximos capítulos de Fina Estampa, da TV Globo, Griselda (Lilia Cabral) acaba sendo surpreendida por um elogio repetino de René (Dalton Vigh). A mecânica aceita consertar uma parede para o ricaço, que começa a puxar papo com ela. Educada, Griselda começa a conversar com o seu novo patrão.

“Vem cá, de onde surgiu essa ideia de trabalhar de faz de tudo, hein?”, questiona René. “Também acha que é trabalho só de homem?”, indaga Griselda. O dono do restaurante sorri e diz que não e pergunta se ela também acredita que cozinha é trabalho só de mulher.

“De jeito nenhum. Inclusive, eu acho que os homens, quando cozinham, cozinham melhores do que as mulheres”, pontua. René insiste que ela é a melhor faz tudo que ele já conheceu, e enfatiza que todos os outros eram homens.

Meus concorrentes debocham. Debocham de mim por causa desse meu jeito, sabe? Eles me tratam como se eu fosse homem”, explica ela. René minimiza, dizendo que os rivais adoram arrasar os outros.

“Mas eu não ligo, não. Eu não ligo porque eu não tenho tempo para perder com vaidade besta de mulher, que acabo parecendo homem mesmo”, analisa Griselda.

René admite que ele mesmo já a confundiu com homem e, então, dispara: “Mas vem cá, você sabe que você tem uma coisa feminina, uma coisa atraente. Eu só não consigo identificar direito”.

Nisso, a protagonista para tudo e fala: “Atraente? Eu? Você está maluco? Deixa eu te falar… minha filha, ela implica tanto comigo por causa desse meu busto, aqui… Eu não ligo! Sabe? A sua mulher, inclusive, já me chamou de mulher de bigodes”.

René, então, brinca dizendo que Tereza Cristina (Christiane Torloni) ainda a chama assim. E, na sequência, minimiza, afirmando que não precisa levar a sério tudo o que a sua esposa comenta “Ela adora exagerar, é sempre uma exorbitância”, conclui ele.

Fina Estampa é exibida de segunda a sábado, às 21h30, na TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também