Régis (Reynaldo Gianecchini) e Maria da Paz (Juliana Paes) em cena de A Dona do Pedaço. (Reprodução: TV Globo)

Home » Novelas

Régis se sacrifica para demonstrar que ama Maria da Paz

  • - em 16 de agosto de 2019

Em A Dona do Pedaço, novela escrita por Walcyr Carrasco, Régis (Reynaldo Gianecchini) coloca na cabeça que deve reconquistar Maria da Paz (Juliana Paes). Depois de prejudicá-la, fazendo-a perder todo o seu patrimônio, ele descobriu que a ama de verdade e, com muito remorso, pretende se sacrificar para ganhar o perdão dela. Para quem antes era ambicioso, agora ele pretende vender sua loja de vinhos e devolver a grana para a amada.

Tudo tem início com ele reaparecendo, pedindo para conversar com ela. Maria se mostra cansada, sem um pingo de vontade de falar com ele. “Se me amasse, não tinha feito o que fez. Ó eu aqui, Régis, vendendo bolo na rua. Era dona de uma fábrica, e tou aqui vendendo bolo… tenho orgulho de vender bolo. Mas eu tava em outra situação… perdi tudo por conta das suas tramoias com a Josiane”, afirma a boleira.

Régis, que não quer lhe dar o divórcio, porém começa a falar de seu ganha pão atual. “Eu ainda tenho a importadora de vinhos. Foi você quem comprou. Eu vendo. Dou o dinheiro pra você”, sugere ele, surpreendendo a boleira, que logo rebate. “Eu te pedi dinheiro, Régis?”, questiona. O playboy tenta amenizar. “Eu vendo, com o dinheiro cê pode montar uma lojinha de bolos… pode ficar numa situação melhor”, argumenta.

 “Seria até justo, já que eu dei o dinheiro pra comprar a loja de vinhos. Mas… se você fizer isso… eu tenho que voltar pra você?”, pergunta Maria. “É o que mais quero, Maria da Paz. Eu vendo a loja, cê monta uma loja de bolos… e a gente fica junto”, responde Régis, esperançoso.

“Negativo. Essa condição eu não aceito, Régis. Engole a loja. Eu não quero você, como é que se diz… nem pintado de ouro. Fica com a loja, que eu fico com a minha vida aqui. Longe de você”, ela conclui, o deixando ele surpreso.

As cenas estão previstas pra ir ao ar a partir do dia 2 de setembro.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também