Assad (Werner Shcünemann) em Éramos Seis

Home » Novelas

Por causa de Soraia, Assad decide fazer chantagem com Julinho

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, da TV Globo, Assad (Werner Schünemann) faz tudo o que sua filha, Soraia (Rayssa Bratillieri), e sua esposa Karine (Mayana Neiva) querem, e isso vai acabar afetando diretamente Julinho (André Luiz Frambach), seu novo funcionário. Tudo começa quando o homem resolve promover um jantar em sua casa convidando Almeida (Ricardo Pereira) e seus filhos.

Mimada, Soraia insiste que os filhos do vendedor ainda são crianças, e assim ela não terá com quem conversar. “Crianças, que amolação. Mas, querido, o jantar devia ser divertido pra Soraia também. Deixe que convide alguém da idade dela”, diz Karine piscando para a menina. Assad assente.

No dia que acontece o jantar, Lili (Triz Pariz) decide fazer também um jantar especial para Julinho, seu namorado. Ela conversa com Durvalina (Virgínia Rosa) e pega toda a receita do famoso guisado da cozinheira. “Estive com Durvalina mais cedo. Fui pedir pra me ensinar uma receita… Quero fazer um jantar especial pra hipnotizar você”, diz a jovem deixando o filho de Lola (Gloria Pires) surpreso.

Ele promete que irá ao jantar, mas acaba sendo colocado contra a parede pelo patrão. “Julinho, meu bom rapaz… queria lhe fazer um convite irrecusável. Gostaria que fosse jantar na minha casa”, diz o empresário.

Julinho então recusa educadamente: “Eu… adoraria, mas tenho um compromisso na casa da minha namorada…”, diz ele sendo interrompido por Assad: “Ora. Mas Soraia escolheu você como convidado da noite e me pediu que lhe falasse. É a ela que deve o emprego, está lembrado? Não vá me fazer desfeita, nem a mim, nem a ela”, continua o turco deixando a loja.

O garoto fica em choque e pergunta a Almeida: “É engano meu ou estou sendo obrigado a aceitar?”, e o homem lhe dá uma dica: “Faz o seguinte: dá uma passada na casa do turco, faz uma média, e depois vá ver sua namorada”.

Éramos Seis é exibida de segunda a sábado, às 18h30, pela TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também