Josiane (Ágatha Moreira). Reprodução: Globo

Home » Novelas

Paspalhão, Téo perdoa Josiane pela tentativa de assassinato

  • - em 31 de outubro de 2019

Na reta final de A Dona do Pedaço, trama de Walcyr Carrasco, Josiane (Agatha Moreira) está fazendo de tudo para se livrar das acusações que pesam contra ela na Justiça. Dessa vez, a vilã decidiu chamar Téo (Rainer Cadete) para pedir perdão e sugerir que ele amenize a acusação contra ela no tribunal. Ela confessa falsamente que o ama e tenta justificar seu crime. O fotógrafo, como o paspalhão que é, afirma que a perdoa.

Jô, francamente, falar de amor a essas alturas…”, reage Téo ao ouvir a declaração. “Eu tava muito equivocada. Você sempre me amou”, insiste a megera.

Amei demais. Jô, eu nunca teria te denunciado. Não se você me provasse que mudou, que tinha matado o Jardel num impulso, por descontrole. Eu não ia te denunciar. Mas cê não acreditou, achou que eu era como você. Que não podia confiar em mim”, afirmou.

Josiane, então, explica que não sabe o que deu nela, que ficou ansiosa, se descontrolou. A morena pede perdão e ele concede: “Não está em mim perdoar. Mas em Deus. Você fez muita coisa ruim, Jô. Da minha parte, eu te perdoo”. A assassina questiona se ele não tem mais nenhum sentimento por ela.

Seria tão bom se a gente pudesse arrancar o sentimento como quem arranca uma árvore… mas não é assim… eu ainda preciso superar tudo que aconteceu. Só que não me engano mais com você”, diz Téo. A seguir, ele questiona o que ela quer, já que acredita que o chamado dela não foi só para pedir perdão.

Você vai ser chamado pra testemunhar contra mim. Pode amenizar o que aconteceu. Pode dizer que foi ao motel com outra pessoa. Pode dizer que desmaiou… e que eu fui embora… e que não sabe quem te atacou. Se você não apontar o dedo contra mim, o processo por tentativa de homicídio não vai adiante. Sabe disso. Só depende do que você disser”, explica ela.

Apesar disso, o posicionamento de Téo não é bem o que ela esperava. “Jô, cê me magoou demais. Quase me matou. E quer que eu seja tão idiota a ponto de te inocentar? Eu podia nem tar vivo agora. Tenha só uma certeza, Jô. Eu vou sentar naquele tribunal. E vou dizer, em alto e bom som. Ela tentou me matar. Tentou me matar”, ele rebate. Jô, então, finalmente deixa a máscara cair e afirma que o odeia.

A cena está prevista para ir ao ar no dia 7 de novembro.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também