Germano e Carolina, de Totalmente Demais

Home » Novelas

Germano faz revelação e deixa Carolina com nojo

Nos próximos capítulos de Totalmente Demais, da TV Globo, Germano (Humberto Martins) chama Carolina (Juliana Paes) para um encontro a fim de desabafar. O empresário está angustiado porque tem fortes indícios de que Eliza (Marina Ruy Barbosa) é sua filha e isso pode, inclusive, atrapalhar sua reconciliação com Lili (Viviane Pasmanter).

“Eu acho que a Eliza é minha filha”, dispara. “Espera aí que acho que eu não entendi direito. Você está me dizendo que aquela ruiva… Desculpe, a Eliza é sua filha?”, indaga ela chocada.

Germano pede para ela falar baixo, diz que ainda não tem certeza, porque, apenas, fez as contas de quando Gilda (Leona Cavalli) trabalhou em sua casa.

A idade bate. Mas que coisa estranha. Essa mulher nunca te procurou para falar nada? Nunca veio falar isso para você?”, pergunta a morena, ainda chocada.

Germano explica que não, que, depois que tudo acabou, ele estava se sentindo culpado porque a história estava indo longe demais. “Resumindo, você estava com medo da Lili descobrir que você tinha uma amante dentro de casa”, dispara Carolina.

Ela chama ele de canalha e o moreno concorda. Ele se defende dizendo que, apesar da traição, sempre amou Lili. Carolina diz que ele é o típico machista. Germano reage dizendo que já sabe que vai para o inferno.

“Se ela estivesse grávida, o normal seria ela me procurar, eu acho”, avalia ele. Carolina diz que ela pode ter ficado com medo da reação dele. “É possível, porque, naquela época, eu não sei se eu iria querer essa filha, eu já tinha dois”, dispara, deixando a morena enjoada.

Ai, Germano, você me desculpe! Eu não sei nem se eu vou conseguir comer, porque eu já estou enojada com tanta sinceridade. Vai me desculpar”, diz ela, que sempre quis ser mãe.

“Poxa, Carolina, eu te chamei aqui como uma amiga para poder desabafar. Eu estou abrindo o coração para você”, minimiza o empresário.

Totalmente Demais é exibida de segunda a sábado, às 19h40, pela TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também