Emília (Susana Vieira) em Éramos Seis

Home » Novelas

Emília mostra seu racismo e expulsa médica negra de sua casa

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, da TV Globo, Adelaide (Joana de Verona) não se conforma com as explicações de Emília (Susana Vieira) acerca da doença de Justina (Júlia Stockler). A moça que foi criada na Europa, conversou com Marcelo (Guilherme Ferraz) que garantiu que a melhor coisa que ela pode fazer é deixar a irmã longe de qualquer clínica de internação psiquiátrica, e prometeu que conseguiria o contato de outra profissional mais capacitada. O problema é que tal médica será humilhada por Emília nos próximos capítulos da trama.

Negra e muito elegante como descreve o roteiro entregue aos atores, a médica, de nome Selma (Aline Borges), chega à casa da ricaça e é recebida por Adelaide que até estranha o fato de uma médica negra, mas gosta. O mesmo não acontece com Emília que mantém um ar de desconfiança desde o primeiro momento. Quando a feminista e Higino (Thiago Justino) tentam ser gentis com a médica, a quatrocentrona se enfurece.

“Mas o que é isso? Resolveram fazer as honras da minha casa sem o meu consentimento? Eu não quero esta mulher aqui! Quem é ela?”, questiona Emília. Adelaide explica que é uma médica que está a pedido dela para falar sobre Justina. “Chega! Higino por favor acompanhe esta senhora até a porta. Não estou num bom dia para as peças de Adelaide”.

“O motivo é evidente, Adelaide, acha que a vida é fácil, e eu estou acostumada a lidar com os melhores médicos desde país, e são todos homens e brancos”, dispara ela preconceituosa deixando a filha envergonhada. Selma, então, se mostra ainda mais digna, e responde. “A senhora está duvidando de minha capacidade por que tenho duas características que muito me orgulham?”

Doutora Selma, me perdoe. Minha mãe foi capaz de lançar dois preconceitos numa só frase. E não se envergonha de nenhum”, dirá Adelaide, mas Emília em cima de seu tradicionalismo barato afirma que não foi ela quem construiu as desigualdades, mas que elas existem, e que acredita apenas nas vocações bem-nascidas, que vem de berço.

“Tenho direito a escolher quem vai cuidar da minha filha doente. E por favor, senhora… Ponha-se daqui pra fora agora!”, continua Emília. Para piorar a situação, Justina aparece e fica nervosa com as discussões, a médica vai embora, e Adelaide, ainda morta de vergonha implora que ela não desista do caso de Justina, e a mulher afirma que não lutou tanto para desistir de algo, e pede que elas se encontrem em outro lugar menos hostil.

Éramos Seis é exibida de segunda a sábado, às 18h30, pela TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também