Durvalina (Virgínia Rosa) em cena de Éramos Seis.

Home » Novelas

Durvalina tenta incentivar Clotilde a ir atrás de Almeida

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, da TV Globo, Clotilde (Simone Spoladore) voltou a São Paulo depois de 10 anos sem pisar na cidade paulista. A irmã de Lola (Gloria Pires), não queria mais enfrentar o passado, quando descobriu que seu grande amor já era casado e eles jamais poderiam se casar na igreja. Ao saber dos problemas de saúde de Júlio (Antonio Calloni), ela decidiu visitar Lola para ajudá-la.

Por conta disso, Durvalina (Virgínia Rosa) decide incentivar a moça a procurar Almeida (Ricardo Pereira). “Por que não vai falar com ele?”, pergunta a empregada de Lola. Mas Clotilde fica tensa, receosa, já que faz muito tempo, desde que tudo aconteceu.

“Está há dez anos sem vir a São Paulo por causa do seu Almeida. Se escondendo e, no fundo, esperando que sua felicidade caia do céu. Caiu, bem aí no meio da sala. E fez o que pra segurar ela nas mãos? Falou com ele? Não”, diz Durvalina.

Coração confuso

“Falei, sim. Ele foi atrás de mim, me cumprimentar. Disse que gostou de me ver de novo… Que eu continuo igual, continuo mesmo”, rebate Clotilde. “Apaixonada por ele. Ô Clotilde! E vai ficar quieta nesse canto, fechada que nem ostra?”, questiona a empregada.

Se sentido sufocada, Clotilde se questiona se não está doida por pensar em Almeida e se ele ainda pensa nela. “Vai esperar mais dez anos pra tirar a dúvida? Depois de tanto tempo, eu iria atrás dele agora mesmo! E já!”, conclui Durvalina, deixa Clotilde ainda mais tensa com a situação.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também