Carlos (Danilo Mesquita) em Éramos Seis

Home » Novelas

Danilo Mesquita comenta sobre a morte de Carlos: “Eu chorei”

No capítulo desta sexta-feira (7) de Éramos Seis, da TV Globo, Carlos (Danilo Mesquita) acaba falecendo após ter sido baleado durante uma manifestação. Em entrevista ao portal Observatório da TV, o ator comentou sobre esse momento esperado do folhetim.

Eu chorei. Todo mundo da equipe já falava comigo que tinha se emocionado com a cena, que tinha chorado… Fiquei bem emocionado. Eu li esperando para gravar, e minha cena seguinte era outro clima, super alegre. Tive até um pouco de dificuldade, porque eu fiquei chocado e bem triste”, afirmou o artista.

“Como ator eu nunca tinha experimentado esse lugar, então era tudo muito novo. Eu pensei que tinha que estar ali, presente, junto com meus companheiros. Estava esperando o momento da cena para saber como ia acontecer. Me concentrei bastante e esperei pra viver aquilo na hora, com meus colegas, e foi muito emocionante”, destacou o ator.

O astro ainda elogiou o elenco. “Eu tenho muita sorte de trabalhar com os melhores. Tive a honra e a felicidade de contracenar com Antonio Calloni e Gloria Pires, que são craques do nosso ofício, são pessoas que a gente cresceu assistindo e admirando”, analisou.

“É muito bom poder estar perto das nossas referências. Eu fico olhando tudo: a postura do dia a dia, como eles cumprimentam as pessoas, a educação, como eles estudam, entram em cena, resolvem problemas. É olhando pra eles que a gente vai traçando o artista que quer ser”, refletiu o artista, que garantiu que seguirá acompanhando o folhetim.

Éramos Seis é exibida de segunda a sábado, às 18h30, pela TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também