Adelaide (Joana de Verona) e Emília (Susana Vieira) em Éramos Seis

Home » Novelas

Adelaide deixa Emília chocada com decisão

Em Éramos Seis, da TV Globo, Adelaide (Joana de Verona), sempre quis surpreender com seus atos corajosos, mas dessa vez vai deixar Emília (Susana Vieira) de cabelo em pé ao anunciar que está se preparando para lutar na revolução constitucionalista.

Tudo começa com uma conversa da jovem feminista com Alfredo (Nicolas Prattes), que está fardado e pronto para ir para o front de batalha. “Não é tão fácil assim se livrar de mim. Aliás, vim contar que já estou tomando algumas providências, quem sabe em breve nos encontramos no front?”, diz ela.

O agora filho mais velho de Lola (Gloria Pires), questiona se a namorada está armando se reunindo a um exército feminino. “Até que não seria má ideia… Mas não aceitam mulheres nos campos infelizmente. Meus planos são outros”, responde ela, que garante que não vai esquecer Alfredo, embora não vá esperar por ele.

Eles se despedem com um beijo, e a moça, o presenteia com um cachecol antes de ir para sua casa e abrir o jogo com sua mãe. Ela conta que ajudará na revolução, e a ricaça acredita que ela vai como outras mulheres, organizar donativos, mas ela refuta essa ideia imediatamente.

“Mãe… Não nasci para ficar na retaguarda. Quero estar onde as coisas estão realmente acontecendo! Serei mais útil mostrando ao mundo o que está se passando no levante! Consegui uma vaga num periódico para cobrir a revolução como jornalista! Eu vou pro front”, diz ela deixando a mãe em choque. Quando Emília argumenta que não existem mulheres cobrindo uma guerra, Adelaide se anima ainda mais dizendo que será a primeira.

Éramos Seis é exibida de segunda a sábado, às 18h30, pela TV Globo.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também