Lançado em 1989, Batman foi dirigido pelo cineasta Tim Burton

Home » Filmes

O Fantasma da Ópera foi responsável pela alteração do final do Batman, de Tim Burton

Completando 30 anos, o Batman dirigido por Tim Burton, está tendo seus segredos revelados pela produção do longa em comemoração da data.

A história protagonizada por Michael Keaton acabou tendo uma curiosidade revelada pelo produtor Michael Uslan e os atores Robert Wuhl e Kim Basinger, em entrevista ao The Hollywood Reporter. Eles contaram que o final de Batman de 1989 foi alterado devido à peça O Fantasma da Ópera.

A decisão de alterar o desfecho do filme veio a partir de Jack Nicholson, que viveu o Coringa no filme, e do produtor Jon Peters. Os dois estavam em Londres quando assistiram O Fantasma da Ópera.

“O Fantasma da Ópera era grande naquele tempo e eles voltaram para o set com uma visão muito mais climática, com uma visão da ópera. O falecido e grande roteirista Warren Skaaren estava reescrevendo o final enquanto gravávamos”, relembrou Wihl, que interpretou o jornalista Alexander Knox.

Porém, os detalhes desta primeira versão não foram revelados. Na versão final exibida nos cinemas, Batman acaba com o Coringa arrastando Vicki Vale, personagem de Kim Basinger, para a torre do sino, com um Bruce Wayne machucado seguindo eles.

Enquanto o Batman enfrentava os capangas do Coringa, o vilão e Vicki dançavam Waltz to the Death. A ideia da dança foi de Basinger. Após esse momento, há o confronto final entre Bruce Wayne e o personagem de Nicholson.

Atualmente, o morcego se prepara para uma nova aventura nas telonas. Robert Pattinson será o protagonista de The Batman, que chegará aos cinemas em 2021.

Fonte: Observatório do Cinema

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Ver também