Home » Famosos

Multishow mantém programa de Carlinhos Maia após polêmica

  • - em 3 de setembro de 2019

Após pressão de internautas que ficaram furiosos com a polêmica, o Multishow finalmente se pronunciou pela primeira vez sobre as falas do influenciador digital Carlinhos Maia. Apesar da maioria do público querer que o canal rescindisse o contrato do humorista, Carlinhos Maia seguirá com o projeto de seu novo programa solo previsto para estrear no ano que vem.

Tudo começou no último domingo (1), quando Carlinhos Maia falou sobre suicídio em seus Stories, e logo a pressão do público, ciente do programa solo, chegou nas redes do Multishow. Carlinhos se revoltou ao dizer que recebe mensagens de muitos fãs querendo se matar. Sua fala foi vista pelo público como um gatilho e talvez até um incentivo para que esses fãs cometessem tal ato, sem nenhuma empatia da parte do humorista, segundo internautas.

“Você achava mesmo que ia ser fácil? Eu vejo meninos aqui com 16 anos me mandando ‘Eu quero me matar’. Vai, ô, imbecil. Vai se matar porque você nem começou a vida ainda”, exclamou Maia. Ele foi criticado inclusive por alguns colegas influenciadores, como Felipe Castanhari e Felipe Neto, por exemplo.

A fala causou ainda mais revolta porque foi logo na virada para o mês de setembro, que é um mês de conscientização de transtornos psicológicos em todo o mundo, o famoso setembro amarelo. A repercussão negativa ainda fez com que Carlinhos apagasse tais vídeos. Ele também negou que tenha pedido para seus seguidores se matarem.

Por esse motivo, nas redes sociais internautas começaram uma campanha para que o Multishow dispensasse Carlinhos Maia, onde perguntavam se o canal compactuava com suas posições. A emissora disse que acompanha a repercussão junto a Carlinhos e seus empresários, em nota para o Observatório da Televisão. No entanto, negou que sua opinião correspondesse com a do Multishow.

“Desde a publicação dos vídeos, o Multishow está acompanhando a repercussão e em contato com os empresários do artista. As opiniões pessoais em suas redes não necessariamente representam os valores que o canal trabalha em seu conteúdo no dia a dia”, diz o canal em nota.

Fonte: Observatório da Televisão

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Ver também